Nossa Senhora do Rocio deve ser referência em devoção mariana

Padre Dirson durante entrevista coletiva

Novo reitor de santuário quer que padroeira do Paraná seja conhecida em todo o Brasil

O novo reitor do Santuário Nossa Senhora do Rocio, em Paranaguá, padre Dirson Gonçalves, quer transformar o santuário em um local de referência da devoção mariana e do turismo religioso no Brasil, fazendo um amplo trabalho de divulgação para alcançar este objetivo.

Ele manifestou esta intenção na quinta-feira, dia 31 de janeiro, quando foi apresentado à imprensa paranaense pelo atual reitor do santuário, o padre Joaquim Parron. O novo reitor tomará posse no dia 3 de fevereiro, domingo, às 19 horas.

O novo reitor segura a imagem de Nossa Senhora do Rocio

O padre Dirson quer que o santuário seja visitado durante todo ano e não apenas no mês de novembro, quando é celebrada a festa da padroeira do Paraná, que acontece há mais de 200 anos. “Queremos contar com o apoio necessário para fazer do Rocio o lugar sagrado dos paranaenses e um espaço de turismo de fé, comparável aos maiores santuários marianos do mundo”, afirmou.

O padre Dirson Gonçalves nasceu em Campo Grande, MS, no dia 20 de novembro de 1972. Foi ordenado sacerdote em agosto de 2003.

O sacerdote foi reitor do Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Curitiba, e do santuário com o mesmo nome em Campo Grande. Na capital do Mato Grosso do Sul ele desenvolveu também um importante trabalho na área de assistência social e conseguiu, junto à Assembleia Legislativa, que Nossa Senhora do Perpétuo Socorro fosse elevada à condição de padroeira do Estado. 

Praça onde fica o Santuário em Paranaguá