Caminho das Missões

Roteiro gaúcho convida os peregrinos a conhecer a história e se encantar com os atrativos culturais e naturais pelo caminho

No Rio Grande do Sul, está localizada a rota religiosa Caminho das Missões, que percorre os trajetos das antigas missões jesuíticas na região. São 324 quilômetros de um roteiro com dezenas de atrativos culturais e naturais. Em 14 dias de peregrinação, o romeiro conhece casarões antigos e igrejas centenárias, moinhos, açudes e fazendas, além de poder desfrutar da gastronomia gaúcha e de mergulhos em piscinas de água natural.

O trajeto é um convite para reviver as histórias dos tempos dos jesuítas, que chegaram ao estado no fim do século XVI para catequizar os índios guaranis. Por conta disso, pode se esperar por uma forte cultura indígena presente no artesanato e na música. O Caminho das Missões é uma experiência de conhecimento histórico, de autoconhecimento e de interação com o meio e com os outros.

A caminhada se inicia no município de São Borja e se encerra em Santo Ângelo, passando por São Nicolau, Entre-Ijuís, São Luiz Gonzaga, Garruchos e São Miguel das Missões, onde se encontra o Sítio Arqueológico São Miguel Arcanjo, que é Patrimônio da Humanidade pela Unesco, e o Museu das Missões, com o maior acervo de arte sacra pública do Brasil.

Durante o percurso, os peregrinos também convivem com a vida do interior, conhecem histórias e o dia a dia do homem do campo.

A rota foi concebida pela agência de turismo Caminho das Missões. O percurso completo dura 14 dias, mas podem ser percorridos caminhos menores a partir de três dias. Os peregrinos podem optar por fazer o trajeto a pé ou de bicicleta, individualmente ou em grupo. Mais informações: www.caminhodasmissoes.com.br